Rogélio Cebuliski (PSB)

Sessão ordinária de 11 de outubro de 2017.

 

O peessebista demonstrou preocupação com a onda de violência no município. Gaúcho citou que de terça-feira (10/10) à madrugada desta quarta-feira (11/10) foram quatro mortes envolvendo situações violentas como assalto, confusões que resultaram em facadas, pauladas.  O parlamentar salientou que, nesse contexto, é difícil apontar “culpados”, mas ressaltou que o poder público seria um ator importante para coibir a violência.

Cebuliski enfatizou ainda um dilema da rotina policial, qual seja: prender bandidos, que logo são postos em liberdade por meio de decisões da Justiça, e voltam a praticar os crimes. Ele, então, suscitou o debate acerca da atuação da polícia, que seria, muitas vezes, recriminada de maneira equivocada.

Para reforçar o ponto de vista dele, o vereador se remeteu ao caso de um assalto ocorrido na tarde da última terça-feira (10/10) a uma servidora da Câmara de Vereadores, em que um dos suspeitos acabou morto. De acordo com o parlamentar, os policiais que trabalharam na diligência irão responder pelo fato.

Gaúcho concluiu apontando o que seria um indício da falta de controle social para a ocorrência dessas mazelas, que seria de nas escolas, em alguns casos, professores não terem autonomia sobre as crianças.

Alerta sobre questão ambiental no Residencial MoaçaraGaúcho voltou à tribuna, no tempo de bancada. O segundo discurso do parlamentar foi a respeito da situação envolvendo as casas habitacionais do programa federal “Minha Casa, Minha Vida”, do residencial Moaçara. Gaúcho comentou sobre as negociações que estão sendo realizadas entre Prefeitura e Associação de Moradores do Bairro Aeroporto Velho para a entrega das casas.

Alertou para questão ambiental quanto à estrutura adequada das moradias e a construção de esgoto, para destinação de água pluvial evitando assim o mesmo problema ocorrido no Residencial Salvação.

Antes de finalizar, informou diversas ações realizadas no bairro Nova República e reforçou que as demandas continuarão sendo solicitadas em favor dos moradores.