Chiquinho (PSDB)

O tucano usou a tribuna nos tempos de liderança e bancada. Primeiro, informou algo de cunho pessoal, que o afastou das últimas semanas das atividades parlamentares: o acompanhamento da mulher dele, em Belém, em mais uma etapa do tratamento dela contra um câncer de mama. Ele afirmou que o tratamento deverá ser realizado em 10 anos, mas se mostrou otimista e disse que a fé é importante neste momento, pois, segundo ele, embora haja a medicina dos homens, Deus é mais poderoso.

Em seguida, Chiquinho fez referência à visita da comitiva de Simão Jatene a Santarém no último fim de semana, especificamente à área da Segurança Pública. O parlamentar enumerou algumas ações e investimentos que devem ser feitos pelo Governo do Estado em Santarém. De acordo com o vereador, Jatene e o delegado geral de Polícia Civil Rilmar Firmino prometeram reforçar a segurança no município com o destacamento de novos policiais civis aprovados no último concurso da autarquia, os quais devem ser empossados até o fim deste mês. Além disso, o Executivo Estadual teria prometido ceder viaturas às polícias civil e militar.

Chiquinho anunciou ainda que a Delegacia Especializada em Meio Ambiente e Conflitos Agrários (DEMA) deve ser implantada também em março/2018. O peessedebista destacou que essa demanda vinha sendo solicitada por ele e outros pares, por meio de requerimentos, desde 2013.

Quando retornou à tribuna, no tempo de bancada, o vereador, primeiro, reforçou a fala de Rogélio Cebuliski (PSB), que o antecedeu, afirmando que o governador do Estado, Simão Jatene, estaria administrando bem o Pará com folha de pagamento em dia e assinatura de ordens de serviço, que até o prefeito Nélio Aguiar reconheceria tal desempenho do chefe do Executivo Estadual.

O tucano propôs, em seguida, uma reunião de trabalho para tratar da regularização fundiária do bairro Vigia, e se remeteu a um vídeo que assistira, o qual mostraria um caminhão atolado na Grande Área do Maicá, sobre a qual alguém teria dito que lá moram dois vereadores que não a representariam, ao que Chiquinho rebateu acrescentando que não somente dois, mas cinco parlamentares representam aquela grande área: ele, Tadeu Cunha (DEM), Delegado Jardel (PODEMOS), André do Raio-X (PSDC) e Silvio Neto (PTB), os quais, segundo o vereador, estão sempre reivindicando melhorias, e as conseguido com insistência.

O líder do PSDB na Casa falou ainda do projeto da ponte de concreto do Urumari, que, segundo ele,  seria prometida desde o governo da petista Maria do Carmo, mas sempre, de acordo com o vereador, não passaria de promessa e de serviços paliativos. Mas ressaltou que tem apresentado requerimento para tal empreitada desde 2013.