Sessão ordinária de 18 de Setembro de 2018.

Júnior Tapajós (PR)

A polêmica se deu após a questão ter sido levantada na tribuna da Casa pelo tucano Ney Santana, na semana passada. Assim como o republicano, o peessedebista se mostrou preocupado com a situação. Júnior afirma que os débitos não são do governo Nélio, mas da gestão de Alexandre Von, também do PSDB. 

No início da tarde desta terça-feira (18/09), o vereador Júnior Tapajós (PR) utilizou seu tempo de bancada para levar aos colegas parlamentares uma informação, avaliada por ele como preocupante, onde o mesmo recebeu várias queixas em relação ao corte do abastecimento de água das praças e mercados públicos municipais da cidade.

Em conversa com a o diretor local da COSANPA, o senhor Francisco Lopes, o vereador foi informado que o corte do abastecimento de água das praças e mercados públicos municipais foi uma determinação da direção comercial da companhia, por conta de dívidas em atraso referentes aos anos de 2015 e 2016, portanto de governos anteriores.

De acordo com o prefeito municipal, Nélio Aguiar, ainda hoje ele ligou para o presidente da COSANPA, informando o ocorrido, e assegurando que o atual governo está adimplente com o pagamento do abastecimento de água desses logradouros públicos. O presidente da COSANPA informou que não sabia do ocorrido e garantiu o pronto restabelecimento do fornecimento de água.

Encerrando sua falara na tribuna, o vereador disse esperar que tal fato não tenha motivação política, tentando manchar a integridade do atual governo de nossa cidade.

Por Márcia Reis – Assessora de Imprensa do vereador Júnior Tapajós

com a colaboração de Jefferson Santos – Jornalista da ASCOM/CÂMARA