Henderson Pinto (DEM)

Sessão ordinária de 06 de dezembro de 2017.

 

Na tarde desta quarta-feira (06/12), o vereador Henderson Pinto (DEM) se posicionou contrário ao projeto inicial, de autoria de Rogélio Cebuliski (PSB), que visava proibir a entrada do aplicativo UBER em Santarém. Henderson compreende que existe uma tendência tecnológica, e os próprios taxistas devem se atualizar melhorando o serviço. Portanto, não tinha como votar um projeto que proibisse nenhum tipo de aplicativo.

Mudanças no projeto original – Após um período de conversas e negociações com o autor do projeto, Sindicato dos Taxistas, Prefeitura de Santarém, usuários, pesquisas em redes sociais com a população, usuários de outros municípios, a Câmara chegou a um consenso de não proibir o aplicativo em Santarém. Porém, foi necessária uma alteração no projeto original, permitindo a entrada do aplicativo, porém de forma regulamentada, a exemplo do que ocorre em Belém e vários outros municípios do país. Já que esse é o desejo manifestado pela população.

Por outro lado, os taxistas começariam a melhorar a sua atuação dentro do município de Santarém, sem serem lesados por uma concorrência injusta. “Municípios brasileiros que proibiram o aplicativo tiveram derrotas judiciais, porque é inconstitucional proibir, e desta forma garantiremos a entrada do aplicativo em Santarém, desde que com regras, como o Senado Federal vem trabalhando”, concluiu Henderson Pinto.

Por Ronilma Santos – Assessora de Imprensa do vereador Henderson Pinto