Familiares, imprensa, além de parlamentares e autoridades municipais prestigiaram a cerimônia que oficializou o peerretebista como vereador da 18ª legislatura da Casa.

 

Um dia após a leitura da carta de renúncia de Reginaldo Campos (PSC), Mano Dadai (PRTB) tomou posse no cargo de vereador no Poder Legislativo Municipal. Ele completa, então, os 21 parlamentares da Casa.

A cerimônia foi presidida pelo primeiro secretário da Mesa Executiva, o decano da 18ª legislatura, Emir Aguiar (PODE), que no momento também está presidente em exercício da Casa. Parlamentar experiente, Aguiar desejou sucesso ao novo integrante do Poder Legislativo. “Ele é jovem, nascido em 81 [1981]. É muito jovem, e com muita vontade de servir o povo. Isso é muito bom. Com a nossa experiência, no que precisar da gente; com o nosso conhecimento, não só meu, mas de todos os pares, vamos estar o ajudando para que ele possa fazer o que se propôs: atender à população santarena”, enfatiza.

Outro jovem vereador, mas já no segundo mandato, Ronan Liberal Jr. (PMDB) lamentou o contexto no qual a posse de Dadai acontece, mas destacou que o ato faz parte do processo democrático, felicitando o novo vereador. “Desejamos que ele realize um excelente mandato, principalmente naquela Grande Área do Santarenzinho, onde ele tem seu trabalho eleitoral muito forte, e em Santarém como um todo, claro. Que ele possa desenvolver seu mandato com transparência, seriedade e comprometimento. No momento que o Brasil passa, o trabalho é mais importante, que ele o desenvolva com compromisso e seriedade”, ressalta.

Prefeito em exercício, Júnior Tapajós (PR) foi um dos componentes da mesa oficial do evento. “É um momento novo e histórico: a motivação da renúncia do ex-vereador Reginaldo Campos. A gente espera que a regularidade, a normalidade voltem a este poder. A gente volta a contar com os 21 vereadores com a posse do Mano Dadai. Nós desejamos muito boa sorte; que ele possa honrar com os votos recebidos, principalmente contribuir com os demais vereadores, que é o melhor para o nosso município”, destaca.

Yanglyer Glay Santos Mattos, conhecido como Mano Dadai, 36 anos de idade, obteve 1.055 votos nas eleições municipais de 2016. Ele integrou a coligação “Construindo o poder popular”, que contava com o PSC de Reginaldo Campos, além de PSB, PP e PROS.

Questionado sobre o fato que gerou a posse dele, o peerretebista o lamentou e salientou a decisão do ex-vereador Reginaldo Campos. “A gente lamenta pelo ocorrido. O vereador Reginaldo Campos sempre foi atuante na política santarena, mas achou melhor renunciar para, assim, fazer a sua defesa”.

A respeito de projetos que tramitam na Casa como o que propõe a proibição de implantação do aplicativo de passageiros UBER no município, Dadai indicou como será a atuação dele diante das matérias. “Chego a esta Casa com o apoio dos santarenos, dos meus eleitores. Farei de tudo para não decepcionar. Como vereador, estarei analisando todas as propostas, e meu voto será em benefício da população”.

Finalizando, falou acerca do reduto eleitoral. “A gente tem os presidentes de bairro, que são parceiros. Estarei representando toda a Santarém, em especial a Grande Área do Santarenzinho”.

Por Jefferson Santos – Jornalista da ASCOM/CÂMARA