Sessão ordinária de 16 de Maio de 2018.

Jandeilson Pereira (PSDB)

O tucano foi à tribuna para avisar que na próxima segunda-feira (21/05) estará em Belém para uma rodada de reuniões. A primeira será no Hangar para tratar de um projeto de lei que tramita no Congresso Nacional, o qual propõe a “pesca alternativa”, em que, de acordo com Jandeilson, o Governo Federal pretende continuar com o defeso, mas sem pagar o benefício aos pescadores. Ou seja, o período de proibição de captura de algumas espécies seria mantido, no entanto, ao invés de receberem um valor em dinheiro para obedecerem à norma, os trabalhadores teriam que pescar o que não estaria incluído na lista de proibições.

Defensor da categoria, o parlamentar argumentou que a medida não teria cabimento devido aos pescadores precisarem do benefício para sobreviver durante o período do defeso, tendo em vista o fato de as espécies proibidas serem mais bem comercializadas, como a Curimatá, citou o vereador, informando ainda que a reunião na capital do Estado deverá contar com a participação de diversos políticos, da Federação dos Pescadores e de colônias de pescadores.

O segundo compromisso do peessedebista será na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (SEDEME), onde irá buscar acordo para celeridade na implantação de energia elétrica na Região de Várzea, em Santarém.