Comissão de Comércio apresenta parecer favorável para que atividades físicas sejam tomadas como serviços essenciais

0

 Presidida pelo vereador Erlon Rocha (MDB), a 4ª Comissão Permanente de Transporte, Comunicação, Turismo, Comércio e Indústria apresentará parecer favorável para o projeto de lei que inclui as academias dentre as atividades essenciais.

Na tarde de quinta-feira (22/4), a 4ª Comissão Permanente de Transporte, Comunicação, Turismo, Comércio e Indústria, presidida pelo vereador Erlon Rocha (MDB), reuniu seus com a sociedade civil para debater os principais pontos do projeto, que inclui as academias dentre as atividades essenciais, durante a pandemia. A matéria foi apresentada pelo vereador Erasmo Maia (DEM).

A iniciativa institui as práticas de exercício físico ao ar livre e em academias, durante o cumprimento das medidas de isolamento social, estabelecidas no município de Santarém.

Segundo o presidente da comissão, o projeto vai beneficiar uma parcela da população que tem a prática da atividade física como meio de sustento, e a pandemia prejudicou não só economicamente, mas, principalmente, a saúde física e mental de muitas pessoas que possuem o hábito de se exercitar regularmente.

“Estamos trabalhando com celeridade para evitarmos que mais academias tenham as portas fechadas. É também uma questão econômica, pois os empresários e funcionários precisam desta renda para viver. Mas, também para evitar outros transtornos de saúde, devido muitas pessoas estarem apresentando problemas mentais nesse período, como depressão e ansiedade, que podem impactar em demanda para a área da saúde no futuro”, avalia o vereador.

Conforme Erlon, o projeto ganhará uma emenda para que também sejam incluídas as atividades afins. “No projeto estão sendo contempladas apenas academia de musculação. E devido à solicitação de outras modalidades que trabalham com atividades afins, como as de artes marciais, natação, hidroginástica, estúdio de pilates e fisioterapias, vamos inserir essas modalidades para serem contemplados”, afirma Erlon.

Ele ainda conclui, afirmando que trata o assunto com celeridade e que nos próximos dias o projeto segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para apreciação.

Durante a reunião, os participantes lembraram que as normas de saúde para atender ao público são seguidas e mecanismos são adotados para que eles possam funcionar com segurança, como horários alternados, número limitado de clientes, higienização dos equipamentos como medidas de prevenção ao coronavírus.

 Por Fabrício Nunes –Assessor de Imprensa do vereador Erlon Rocha

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade