JK cobra explicações do Detran sobre demora no atendimento

0

O vereador JK do Povão (PSDB) usou a tribuna da Câmara Municipal de Santarém, durante a sessão desta segunda-feira (13), para manifestar insatisfação com a demora no atendimento do Departamento Estadual de Trânsito do Pará (DETRAN/PA), através da 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (CIRETRAN) em Santarém. De acordo com ele, há mais de uma semana o sistema, suspenso para atualização, deveria estar funcionando, mas ainda não foi normalizado.

O tucano reclamou da falta de informação do DETRAN sobre os motivos para a demora na retomada dos serviços, gerando transtornos aos motoristas que precisam do atendimento para regularizar a Carteira Nacional de Habilitação, tanto para a primeira via, como para a renovação. “Os usuários, principalmente os motoristas que precisam tirar sua CNH, ou renová-la, estão há mais de dez dias esperando por agendamento. A informação era de que o sistema seria reativado segunda-feira passada. Não voltou e ficou para quarta-feira. Também não voltou e ficou para hoje (segunda-feira) e, infelizmente, o sistema ainda não voltou a operar. As pessoas que estão aguardando com agendamento atrasado – porque o atendimento já era para ter sido feito -, algumas vindo do interior ou de outros municípios, para fazer a renovação da sua carteira de motorista ou tirar a primeira habilitação, está encontrando dificuldades”, ressaltou JK.

O vereador cobrou mais clareza sobre os verdadeiros motivos para a suspensão dos e previsão real de retomada no atendimento. “O que a gente quer do governo do estado, principalmente da Secretaria Estadual de Comunicação (SECOM), é que faça um comunicado oficial de forma correta para a população, principalmente para os usuários que estão precisando do atendimento do DETRAN”, finalizou.

Asfaltamento – Ainda da tribuna, JK parabenizou os governos municipal e estadual pelos investimentos na Nova Moaçara, mas criticou os trabalhos de asfaltamento que estão sendo realizados durante o período de chuvas. “É jogar dinheiro pelo ralo”, concluiu.

Por Ronei Oliveira – Assessor da ASCOM/CMS

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade