Reunião discute atraso na obra da Obstetrícia do Hospital Municipal de Santarém

0

Durante encontro de vereadores com representantes da SEMSA, ficou definido que uma nova frente de trabalho vai acelerar o projeto.

A convite da presidente da Comissão de Saúde e Saneamento Básico da Câmara Municipal de Santarém vereadora Alba Leal (MDB), estiveram na Sala dos Ex-presidentes Vereador Antônio S. Pereira (plenarinho), nesta quarta-feira (31), os vereadores Júnior Tapajós (PL), Erasmo Maia (DEM), JK do Povão (PSDB), o procurador Jurídico da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) Matheus Coutinho e a Engenheira Civil Sâmela Araújo, para discutirem o motivo do atraso nas obras da Obstetrícia do Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo.

O procurador esclareceu que, para sanar essa situação que já vem se arrastando desde o ano passado, uma frente de trabalho foi criada para as obras avançarem de forma ágil e rápida. “Sobre a obra da emergência, o engenheiro nos deu o prazo de 45 dias a contar do dia 30 de março deste ano, para finalização dessa obra. Quanto à obra da Obstetrícia é um pouco mais complicada porque temos um fluxo intenso dentro desta ala. Obra e paciente não combinam, só pode fazer obra onde não tem paciente, por isso que ela está um pouquinho mais devagar, mas já entramos em contato com a empresa contratada para que a gente consiga tão logo entregar. Estão sendo estudados possíveis locais para que haja remanejamento desses pacientes e assim finalizar essa área. Estamos estudando toda parte de viabilidade técnica, viabilidade do risco sanitário, viabilidade financeira, que não podemos esquecer, mas temos essa situação que está no planejamento”, explicou Matheus Coutinho.

A vereadora Alba Leal destacou que os parlamentares vão continuar cumprindo com o papel de fiscalizar os serviços públicos. “O Hospital Municipal é porta-aberta e, com certeza, com a conclusão da obra vai ter uma rota muito mais rápida, e isso é muito importante para a população. Vamos continuar cobrando e monitorando o cumprimento desse prazo”, conclui.

 

Por Gleicy Lira – Assessora de Imprensa da vereadora Alba Leal

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade