Vereador critica reajuste na tarifa do transporte coletivo em Santarém

0

Na sessão ordinária desta quarta-feira (1°), o vereador Biga Kalahare (PT) criticou o aumento no preço da passagem de ônibus em Santarém. De acordo com ele, o decreto publicado na última segunda-feira (29) pelo Poder Executivo, que autoriza o reajuste, chega a ser irresponsável, levando em consideração a pandemia que o país vive.

O petista argumentou que muitas famílias estão para arcar com as despesas com alimentos, que também têm, segundo ele, preços abusivos, e o aumento seria mais um desfalque na renda dos santarenos. Biga acrescentou que a prefeitura não comunicou a medida a tempo para a população e aos estudantes, que utilizam diariamente as linhas de ônibus no município. “Sabemos que Santarém já é uma cidade grande, mas, não tão grande ao ponto da passagem de ônibus chegar a quase quatro reais. Os ônibus estão todos sucateados, basta você ir às ruas para comprovar”, salientou

Kalahare também argumentou que o salário mínimo atual. de R$ 1.100, é baixo para custear o transporte coletivo diário com tarifa em R $3,60. “Esse valor é inadmissível. Estou protocolando nesta casa uma reunião em caráter de urgência com a Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito e com o Conselho Municipal de Trânsito para prestar esclarecimentos sobre o aumento inesperado da tarifa, que aumentou em 20%”, finalizou

Por Daína Aben-Athar- Assessora de Imprensa do Vereador Biga Kalahare (PT)

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade