Carlos Martins cobra celeridade na imunização contra a Covid em Santarém

0

Na sessão de terça-feira (06), o vereador Carlos Martins (PT), cobrou mais celeridade na imunização contra a Covid 19 em Santarém. O parlamentar lembrou que em outros municípios a imunização segue a passos mais largos. Ele acredita que a quantidade de doses disponibilizadas para o município ainda é pequena.
“A gente ainda percebe uma dificuldade aqui no nosso município em relação a vacinação. As vacinas que estão chegando ainda não são suficientes e estamos atendendo pacientes acima de 62 anos, mas já existem municípios que estão atendendo até abaixo de 60 anos, inclusive. Precisamos entender o que está ocorrendo para essa imunização ocorrer de forma tão lenta. É o governador que não está enviando as vacinas pra nossa região? É o prefeito que não está indo atrás? O que estamos defendendo é que haja um verdadeiro entendimento entre a gestão municipal, gestão estadual e principalmente com a gestão federal. Porque só assim conseguiremos dar uma direção para essa questão e fazer acelerar a vacinação aqui nos nossos municípios do Oeste do Pará”, esclareceu Carlos.
O parlamentar também reforçou sua opinião para a inclusão de demais profissionais no cronograma de vacinação. “Esse é o caminho para podermos controlar essa pandemia, nós precisamos fazer um esforço muito grande nesse sentido. Agora que estamos chegando na faixa etária de 60 anos, podemos pensar em retomar outras categorias, como os profissionais da educação, pacientes renais crônicos, agentes da segurança pública e outros profissionais importantes que estão na linha de frente contra a covid”, ressaltou Carlos Martins.
“Finalizo lembrando a importância da transparência da vacinação no nosso município, precisamos acompanhar de fato quantos pessoas já foram vacinadas, quantas doses de vacina recebemos. Essas informações são para toda a população e precisam estar atualizadas e muito bem divulgadas”, disse o vereador.

Por Keliane Tomé – Assessora de Imprensa do Vereador Carlos Martins

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade