Coletiva anuncia realização do Çairé 2022

0

Autoridades e lideranças no anúncio do retorno do Çairé presencial.

O presidente da Câmara Municipal de Santarém Ronan Liberal Jr. (MDB) acompanhou o anúncio, pelo prefeito Nélio Aguiar, do retorno do Çairé, uma festa centenária turístico-cultural realizada na vila balneária de Alter do Chão. O festival de botos, com a disputa dos grupos Tucuxi e Cor de Rosa, também foi confirmado para o período de 15 a 19 de setembro.

Os botos também se apresentaram.

O parlamentar comemorou a decisão, depois de um intervalo de dois anos, em decorrência da pandemia de Covid-19. Os secretários municipais Luiz Alberto Figueira (Cultura) e Alaércio Cardoso (Turismo), além dos diretores dos botos Tucuxi e Cor de Rosa e lideranças comunitárias também acompanharam a entrevista coletiva em que foi feito o anúncio pelo prefeito na terça-feira (03).

A festa contará com o rito religioso e também com a disputa no Lago dos Botos. O anúncio do Çairé ocorre há poucos dias da 10ª Feira Internacional de Turismo da Amazônia – FITA, onde Santarém será destaque. De acordo com o prefeito Nélio Aguiar, a divulgação da data foi feita de maneira antecipada haja vista que o evento exige um amplo planejamento tanto dos organizadores como dos visitantes.

Ronan Liberal Jr.

Após a coletiva, houve uma pequena apresentação dos grupos Tucuxi e Cor de Rosa. No ano passado a parte religiosa do Çairé foi realizada com transmissão na Web.

A retomada do evento, um dos maiores da região Norte irá beneficiar diversos setores econômicos de Santarém, conforme ressaltou o presidente Ronan Liberal Jr. (MDB). “O Çairé não se restringe somente a uma festa folclórica é algo bem maior que isso. É história e tradição, com papel fundamental não somente para a nossa cultura, mas também para a economia, uma vez que divulga as belezas de Alter do Chão e seu potencial turístico”, destacou o presidente.

Por Dannie Oliveira – Assessora de Imprensa do vereador Ronan Liberal Jr.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade