Comunicadora e uma das fundadoras da Casa Rosa é homenageada em Sessão especial

0

A jornalista Ansleíria Rodrigues foi a homenageada do vereador Carlos Martins (PT), na sessão especial desta terça-feira (09), em alusão ao Dia Internacional da Mulher. 

Ansleíria Rodrigues tem 47 anos, é Graduada em Letras, especialista em Comunicação Social e Jornalismo. Em 2012, descobriu um câncer de mama e depois de vários anos em tratamento e da retirada das duas mamas, resolveu usar seu momento de maior fragilidade para ajudar outras mulheres na luta contra o câncer, criando a Casa Rosa – Casa de Apoio à Mulher com Câncer. Hoje, ainda atua pelo direito à Saúde da Mulher, como voluntária e Conselheira da Associação Amigos do Peito – Casa Rosa.

“Nossa homenagem à Ansleíria representa a força, determinação e amor pelo próximo que todas as mulheres têm. Ansleíria merece essa homenagem porque usou do seu momento de maior fragilidade para ajudar outras mulheres a não desistirem. Demonstrou que a mulher pode tudo o que quiser, e lutou pelo acesso à saúde daquelas que não tinham tanta voz na sociedade”, reforçou o vereador Carlos Martins.

“É uma honra receber essa homenagem. Ser mulher hoje é muito difícil, não só pela época, pelos tempos, mas nós ainda lutamos muito por tantos direitos. Eu nunca esperei passar pelo câncer, ele veio na minha vida como um divisor de águas, eu que falava muito sobre a saúde da mulher como comunicadora, de repente me vi como paciente, tendo que retirar as duas mamas e depois retirar o útero. Depois disso eu pude perceber o quanto nós mulheres somos fragilizadas no que diz respeito à saúde, ao acesso até para receber o diagnóstico, pela falta de políticas públicas; o quanto isso afeta na nossa cura, na nossa qualidade de vida, e foi pensando e vivendo isso na pele que tivemos a ideia de criar a Associação Amigos do Peito, mantenedora da Casa Rosa – Casa de apoio à Mulher com Câncer”, contou Ansleíria.

A Casa Rosa realiza há quatro anos um trabalho essencial de apoio às mulheres de diversos municípios da região oeste. A casa se mantém com a ajuda de empresários, escolas e associações.

Além de oferecer abrigo, a Casa Rosa oferece atenção e cuidado com pequenos gestos que contribuem para a recuperação das mulheres que passam pelo tratamento do câncer. Cuidam da autoestima e transformam a instituição em um verdadeiro lar para essas guerreiras.

Por Keliane Tomé – Assessora de Imprensa do vereador Carlos Martins

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade