I Encontro Regional de Vereadores é realizado em Santarém

0

O plenário Vereador Benedito Magalhães lotou de autoridades estaduais e municipais que vieram ao município para participar do evento que faz parte de uma programação do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará.

Vereadores de 21 câmaras de municípios da região Oeste do Estado estiveram reunidos, no plenário da Câmara Municipal de Santarém, nesta quinta-feira (31/10), para o “I Encontro Regional de Vereadores”, organizado pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM-PA), que desde a terça-feira (29/10) realizou uma programação especial em Santarém com formação para servidores públicos e sociedade em geral.

Uma rodada de palestras foi realizada. Uma delas “Controle Externo e câmaras municipais: o fortalecimento de uma atribuição constitucional”, ministrada pela Tarciana Saraiva, servidora do TCM-PA. “Esse projeto é piloto para o fortalecimento do controle externo, para o fortalecimento da atribuição dos vereadores, de algo constitucional que é nobre no estado de direito: o controle”, enfatizou a palestrante ressaltando que o controle na Administração Pública é essencial para fiscalizar a atuação dos agentes públicos.

Além do presidente do Poder Legislativo de Santarém, anfitrião do evento, a mesa oficial contou com a presença dos prefeitos de Santarém Nélio Aguiar e de Mojuí dos Campos Jailson Alves, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado deputado Daniel Santos, o vice-presidente do TCM-PA José Carlos Araújo, os deputados Vitor Dias e Thiago Araújo, a presidente da Associação dos Municípios da Calha Norte France Vasconcelos, que é vereadora em Monte Alegre.

Emir destacou que a região tem 277 vereadores, dos quais 242 são homens e 35 são mulheres. Ele observou ainda há câmaras sem representatividade feminina: Alenquer, Aveiro, Novo Progresso, Óbidos, Prainha, Rurópolis e Trairão. “Precisamos equilibrar o número de vereadoras em nossas câmaras municipais”, disse o decano da Câmara de Santarém, que conta somente com uma vereadora dentre os 21 parlamentares.

Aguiar pontuou que a ocasião permitiu ainda que os vereadores se reunissem por causas comuns pela situação da balsa Camila Transportes e pelo Estado do Tapajós. “Quando estamos dispostos a trabalhar pela população fiscalizando, legislando, respeitando cada um e cada uma, somos presenteados com uma câmara participativa e transparente”, conclui.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade