Líder do governo manifesta preocupação com falta de sintonia entre embarcações e equipes de resgate aéreo em comunidades do interior

0

O vereador Jandeilson Pereira (UB), líder do governo na Câmara, usou a tribuna da Casa, na sessão desta quartafeira (15) para destacar a preocupação do Poder Executivo com a falta de sintonia entre proprietários e pilotos de embarcações do interior com o serviço de resgate aéreo. A situação já causou a suspensão do serviço a pacientes de comunidades da região do Tapará.

Recentemente, uma embarcação atravessou em frente ao local onde a aeronave anfíbio iria resgatar um paciente na comunidade Santana do Tapará, quase acontecendo uma tragédia. Por conta dessa ocorrência, os serviços foram suspensos para aquela localidade, assim como para o Tapará Grande.

No entanto, segundo Jandeilson, já está sendo articulada uma mobilização para entendimento entre os comunitários e as equipes de resgate. “Quero destacar as preocupações em relação à falta de informação sobre a utilização de pequenos aviões no suporte da saúde. Iremos fazer uma reunião para preparar os donos de embarcações e os próprios comunitários para quando o reforço com avião for levado para a região de várzea todos já estarem avisados e preparados”, disse Jandeilson Pereira.

Água – Em outro assunto, o líder do governo comemorou novos investimentos do Poder Público Municipal para o serviço de abastecimento de água em diversas comunidades do interior. Segundo ele, já existe ordem de serviço para a perfuração de poços nas regiões de Várzea, Planalto e Arapixuna. “Esse investimento é muito importante, principalmente para as escolas e bem estar dos alunos. Educação de qualidade engloba tudo; além da merenda escolar, a água também é fundamental. Através do meu mandado, estive solicitando um poço para a comunidade Fátima de Urucurituba; a Escola São Sebastião, na comunidade Igarapé do Costa; a Escola Celino Bastos, na Comunidade Fé em Deus do Ituqui; Santa Terezinha, na comunidade Aritapera; Escola São José, em Piracãoera de Baixo; Escola Nossa Senhora Aparecida, na comunidade Pixuna do Tapará; e Escola São Jorge, do Tapará Grande”, disse Jandeilson.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade