Por entendimento e cooperação, vereador reúne com representantes dos serviços de alimentação e bar, Semsa e Vigilância Sanitária

0

Vereador Prof. Josafá (PL) promoveu encontro com a categoria, a Secretaria de Saúde e a Vigilância Sanitária na Câmara Municipal de Santarém

A fim de esclarecer algumas normas determinadas pelo Comitê de Gestão de Crise para enfrentamento da Covid-19 em Santarém, o vereador Prof. Josafá Gonçalves (PL) organizou uma reunião, na última sexta-feira (22), com representantes da Secretaria de Saúde e da Vigilância Sanitária, além de empresários do setor de restaurantes e similares.

“Nesse momento de crise, o que está em jogo é a vida das pessoas. A vida do pai ou da mãe que depende dos recursos vindos do suor de seu próprio trabalho. Foi pensando nisso, que propus esse encontro, que é o primeiro, mas com certeza não será o último”, afirmou o parlamentar.

O Decreto Municipal n° 189/2021, publicado em 18/01/21, restabeleceu algumas restrições para a circulação de pessoas, em resposta ao atual momento da pandemia. Dentre os serviços afetados está o funcionamento de restaurantes, bares, conveniências e food trucks que não podem atender ao público em mesas. Estão liberados apenas para entrega (delivery) ou retirada no balcão.

Irlaine Figueira, representante da Secretaria de Saúde, expôs alguns dados referentes ao balanço da Covid-19 no município e destacou a importância do comitê para a tomada de decisões imparciais e técnicas. Já Maurício Figueira, representante da Vigilância Sanitária, reafirmou o compromisso do órgão desde o começo da pandemia com a prevenção ao contágio. “O papel da vigilância é principalmente o da prevenção. Hoje, a gente vive um quadro de pandemia na cidade, então, a preocupação é prevenir da possível disseminação e o contágio desse vírus. Temos o intuito de fiscalizar e cumprir o que é determinado pelos gestores a nível de estado e município”, comentou.

Para representar a categoria, estiveram presentes na reunião Ana Sousa, presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio, Hotelaria e Similares (SINECHOPA), além de empresários de vários restaurantes da cidade. Geraldo Aquino, dono do Restaurante Mascotinho, manifestou a sua preocupação, principalmente, com o futuro de seus funcionários e com a manutenção financeira do seu negócio. “O nosso segmento é um serviço essencial para a comunidade. Alimentamos diariamente a nossa população, além das pessoas que vêm de fora”, afirmou.

Por Cibele Pixinine – Assessora de Imprensa do vereador Prof. Josafá Gonçalves

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade