Reunião pública debate distribuição de energia elétrica na Resex Tapajós-Arapiuns

0

Na manhã desta segunda-feira (29), o vereador Biga Kalahare (PT) realizou reunião pública para tratar sobre a distribuição de energia elétrica, nas 73 comunidades da Resex Tapajós-Arapiuns, sendo 46 do Tapajós e 27 do Arapiuns. O encontro aconteceu no plenário “Vereador Benedito Magalhães”, da Câmara Municipal de Santarém.

Parlamentares convidaram autoridades, comunidade e concessionária para falar da distribuição de energia na Resex.

A reunião contou com a participação dos vereadores Carlos Martins (PT) e Alba Leal (MDB); deputado federal Airton Faleiro (PT); Alda Luz, coordenadora de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, da Secretaria Estadual de Governo do Baixo Amazonas; Gilson Tupinambá e Dinael Cardoso, representante da Resex; Ivete Bastos, presidente do sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém (STTR); Jackeline Nóbrega Spínola, Chefe da reserva da Resex Tapajós-Arapiuns (ICMBio); Suzane Reis, Consultora dos Grandes Clientes da Equatorial Energia; Emerson Tavares, Técnico de Obras da Equatorial Energia; além de moradores de várias comunidades das regiões do Tapajós e Arapiuns.

Comunitários acompanharam os debates.

O parlamentar iniciou falando sobre a importância de debater o tema, esclarecendo que a reunião foi motivada por um pedido dos moradores da comunidade Tucumatuba, que enviaram um ofício ao seu gabinete, solicitando a reunião pública. “Essa reunião é muito importante, pois trata de uma necessidade, porque energia elétrica é fundamental para a subsistência de todos. Por isso, trouxemos este debate para esta casa de leis, no sentido de viabilizar eletricidade para essas regiões,” frisou.

O parlamentar também destacou que a eletricidade pode chegar às comunidades por meio do Programa do Governo Federal Luz para Todos, no qual beneficia a população do campo e de rios.

Expectativa dos moradores das comunidades das regiões do Tapajós e do Arapiuns.

Na ocasião, o vereador Carlos Martins (PT) fez a leitura do histórico do programa, assim como as suas finalidades, enfatizando que é um conjunto de medidas públicas do Brasil, que visa levar eletrificação a áreas remotas e com tarifas subsidiadas pelo Governo Federal, governos estaduais e distribuidoras, criado pelo decreto 4873/2003, e que já beneficiou mais de 16 milhões de famílias em todo o país, desde que foi criado. Só no Pará foram realizadas cerca de 452,4 mil ligações.

No ano de 2020, foram investidos cerca de R$ 127,8 milhões, totalizando 8.562 ligações em todo o Estado. Este ano, a previsão da Equatorial Pará é entregar cerca de 5 mil quilômetros de rede, que garantirão o acesso à energia elétrica a milhares de famílias.

Representantes da concessionária de energia anunciaram investimentos.

Os representantes da concessionária explicaram que as instalações de energia estão ocorrendo em áreas rurais do Oeste do Estado. Porém, em algumas localidades a execução é mais demorada, pois é necessário realizar a abertura de ramais.

Biga acrescentou, ao final da reunião, que será solicitado da concessionária de energia elétrica o cronograma que contempla a instalação de energia elétrica nas duas regiões, bem como será criada uma comissão de vereadores para articular com a Prefeitura de Aveiro a viabilidade de abertura de ramais.

O petista ressaltou que um documento assinado pelos representantes será encaminhado ao Ministério Público do Estado (MPE) e ao Ministério Público Federal (MPF).

Por Daína Aben-Athar- Assessora de Imprensa do vereador Biga Kalahare PT

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade