Vereador afirma que planejamento poderia ter evitado morte de garças

0

Fazendo coro aos demais colegas de parlamento, o vereador Júnior Tapajós (PL) usou a
tribuna, na tarde desta quarta-feira (26), para registrar sua insatisfação com a morte das
garças, ocorrida durante o serviço de poda de árvores na Avenida Mendonça Furtado, na
última terça-feira. De acordo com o vereador, um fato grave que chegou ao conhecimento
do prefeito Nélio Aguiar, ao secretário de Agricultura e Pesca Bruno Costa e ao secretário
de Meio Ambiente João Antônio Paiva, que de imediato pediram a abertura de
investigação administrativa para apurar o ocorrido. “Mesmo que não tenha acontecido de
forma proposital, o meio ambiente foi ferido de forma grave, e precisamos apurar esta
ação”, disse Tapajós em seu discurso na tribuna.
O liberal registrou ainda sua solidariedade a todos que de alguma forma se sentiram
prejudicados com o fato, e deixou claro que, apesar da necessidade da poda das
mangueiras antigas, faltou planejamento para que a manobra fosse realizada com
segurança, evitando todo esse transtorno. “A partir desse episódio, temos exemplo de que
por mais simples que uma ação possa parecer, precisa ser planejada pensando em todos
os detalhes”, encerrou o vereador.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade