Vereador critica aumento de preço da água mineral no Pará

0

Murilo Tolentino (PSC)

O vereador Enfermeiro Murilo Tolentino (PSC) usou a tribuna da Câmara Municipal de Santarém, nesta segunda feira (10), para cobrar explicações do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual da Fazenda (SEFA), sobre a polêmica do novo selo das águas minerais que está prejudicando a população que consome o produto.

De um lado, os produtores e comerciantes de água mineral afirmam que a cobrança do novo selo pelo Governo do Pará aumentou o imposto sobre o produto. Do outro lado, a Secretaria de Estado de Fazenda (SEFA) diz que não houve novos impostos e nem aumento de impostos com o registro do novo selo de qualidade de serviço.

Mas na realidade o povo está pagando mais caro pelo produto depois que o selo foi implantado e o vereador diz não ser momento para aumento de nada, principalmente de um produto tão necessário para o ser humano.

O novo selo de qualidade de água mineral, vendida em todo o estado do Pará, começou a ser usado em primeiro de maio, “Dia do Trabalhador”, o que levou milhares de consumidores às redes sociais para demonstrar indignação, já que o aumento foi considerado abusivo para o consumidor. Em alguns comércios, Tolentino constatou aumento entre 30% e 40%.

“Não sou contra a fiscalização de qualidade da água, pois isso é uma questão de saúde pública, mas penso que o Governo do Estado pode ter um bom senso de, neste momento, fiscalizar e não contribuir para o aumento da água mineral, pois é um líquido extremamente necessário e a dificuldade do consumidor não adquirir água de qualidade pode ser prejudicial à saúde pública, sendo que o orçamento do consumidor já está prejudicado”, concluiu o parlamentar.

Por Nel Fernandes – Assessora de Imprensa do vereador Enf.º Murilo Tolentino

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade