Audiência pública discute cumprimento da lei que prevê prioridade e cuidados aos pacientes com lúpus

0

Vereador Ângelo Tapajós (PRD) é o autor da lei, aprovada e sancionada em 2023.

 O plenário da Câmara Municipal de Santarém recebeu, na manhã desta sexta-feira (10), pessoas diagnosticadas com lúpus, integrantes da Associação de Pessoas com Lúpus do Oeste do Pará (Aplopa), para uma audiência pública que visou à discussão sobre a Lei Municipal 21.938, de 28 de junho de 2023.

Vereador Ângelo Tapajós mediou o debate.

Autor do projeto de lei, o vereador Ângelo Tapajós (PRD) foi quem requereu e presidiu a plenária, que contou com a participação de representantes dos hospitais públicos de Santarém (HMS e HRBA) e de outros atores da política de saúde. O parlamentar salientou que a audiência ocorreu após observar-se que o poder público ainda não está cumprindo a lei a contento. “É preciso atender ao que diz a lei, proposta pelo nosso gabinete, pois as pessoas com lúpus necessitam de um atendimento diferenciado e com prioridade”, frisa.

A presidente da Aplopa Rossi Marinho destacou que a associação conta com 180 integrantes, pessoas que anseiam por um atendimento melhor. É o caso de Dona Maria de Jesus Dias, 57 anos, de Itaituba. A dona de casa trabalhava fora do lar quando descobriu a doença, procedida de outro diagnóstico de fibromialgia. Hoje, Dona Maria recebe um benefício do governo por não poder realizar atividades laborais.

Ao final da audiência, foram feitos alguns encaminhamentos, dentre os quais, as unidades de saúde se comprometeram em atender de forma mais atenciosa e cuidado as pessoas com lúpus.

 

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade